Domingo, 28 de Fevereiro de 2010

Duplo CD de 2008


 

Conjunto Académico João Paulo Duplo CD 2008

 

Foi lançado em 2008, um CD duplo que reúne um total de 42 canções gravadas no período compreendido entre os anos de 1964 e 1968.
Um terceiro CD juntará o material registado a partir de 1970 até 1972 onde participou Vickie, uma cantora sul-africana dona de uma excepcional voz.
O teclista João Paulo Agrela (falecido a 23 de Abril de 2007), Rui Brazão (guitarra ritmo), Ângelo Moura (baixo), José Gualberto (bateria), Carlos Alberto (guitarra) e Sérgio Borges (voz) eram nos anos 60 os músicos do grupo madeirense.
O sucesso do Conjunto Académico João Paulo, no continente e também em África, foi elevado. Os espectáculos registaram lotações esgotadas e a popularidade do grupo atingiu elevados índices.
Ainda durante este ano o Círculo dos Leitores irá publicar a Enciclopédia da Música em Portugal no Século XX, composta por 4 volumes e onde há uma entrada com o grupo de 'Chove', 'Milena (A da Praia) e 'Balada de Uma Rapariga Triste".

 

CD 1

  1. La mamma
  2. Hello Dolly!
  3. Eu tão só
  4. Ma vie  
  5. It´s over  
  6. Chove  
  7. Si mi vuoi lasciare  
  8. Greenback dollar 
  9. Se piangi, se ridi  
  10. Nunca mais  
  11. Hully Gully do montanhês  
  12. Oh dis Marie  
  13. Diz-lhe  
  14. Non son degno di te 
  15. Milena (A da praia) 
  16. Capri c´est fini 
  17. Balada a uma rapariga triste  
  18. Ciao 
  19. Nunca direi adeus  
  20. Ele e ela

 

 CD 2
  1.  Jezebel  
  2.  Si lo so  
  3.  La nuit  
  4.  Stasera pago io 
  5.  Poema de um homem só  
  6.  Monday, Monday  
  7.  Oásis  
  8.  When a man loves a woman  
  9.  L´amour est bleu  
  10.  Puppet on a string  
  11.  I hate those moments  
  12.  Sombras  
  13.  Sue-Lin a minha chinesa  
  14.  Cosa vuoi da me  
  15.  Kilimandjaro  
  16.  Quando nasce o amor  
  17.  O louco  
  18.  Tu e eu  
  19.  I just don´t know what to do with myself
  20.  A shadow rounds the tomorrow sounds  
  21.  Maman  
  22.  Massachusetts 

Onde comprar: Fnac | Cdgo

 

 


publicado por Correcaminhos às 15:18 | link do post | comentar

15 comentários:
De Cosmic Keys a 1 de Agosto de 2009 às 11:49
Parabéns por esta iniciativa, esteja á vontade no que necessitar de retirar do Culto.
Um abraço


De JMAbreu a 25 de Maio de 2010 às 20:39
Meu caro amigo, vim de proposito e ainda bem que cheguei tarde, mas mais vale tarde que nunca, o meu proposito era exatamente a noticia sobre o concerto em homenagem ao Conjunto Académico João Paulo, e que guardo como relíquia da notícia do Jornal da Madeira.
Embora seja natural da Ilha da Madeira, e viva também, descobri este blogue fantástico, em parte de memórias deste Conjunto fantástico que foi nos anos 60`e 70`s.
Gostaria posteriormente e se for de interesse tenho algumas gravações do Conjunto, que consegui através de um outros blogue.
Terei muito prazer em facilitar informação de que encontrei e se calhar até poderá ja ter.

jorgemanuelabreu@sapo.pt (mailto:jorgemanuelabreu@sapo.pt)

JMAbreu


De Anónimo a 12 de Outubro de 2010 às 14:48

Pois seria interessante a publicação do 2º volume do CD  "Antologia Integral" desta vez designada de "Sergio Borges e o Conjunto de João Paulo" com o resto do material fonografico que ele gravou na 2ª fase da existênçia desta banda, mas a editora IPLAY que tem a licença do acervo gravado pela editora Valentim de Carvalho, desistiu de dar a continuidade da colecção "No Tempo do Vinyl" onde estas edições se integravam, não se sabe porque foi que a editora recuou nessa decisão de abrir as portas à luz do dia aos grandes idolos da musica portuguesa da década de 60 e 70 com reedições no formato CD, sabe-se que o acervo deixado pela Valentim de Carvalho é grandioso e fabuloso e não se compreende este tipo de decisões dos executivos comerçiais que estão à frente das decisões das editoras, pode ter sido por questões economicas, restaurar e remasterizar estas velhas gravações analogas para o digital tem os seus elevados custos, e talvez não tenham tido a resposta do publico a nível de vendas satistactorias, mas não se sabe ao certo, é pena estas pérolas da musica portuguesa ficarem mais alguns anos fechadas nos cofres da editora, especialmente as gravações de grande qualidade musical da época, penso que a atitude da editora IPLAY não foi a mais correcta junto aos consumidores que compraram o 1º volume deste Cd da Antogia do Conjunto Académico de João Paulo, ao menos antes de desistirem da dar continuidade à colecção "No Tempo do Vinyl" deveriam ter lançado o 2º volume da Antologia com as restantes gravações do 2º período da banda, mas não o fizeram, e duvido que o façam nos tempos mais próximos, bom seria é que outras editoras licençiassem à Valentim de Carvalho os direitos de edição e publicação em CD de todo o acervo existente do Conjunto Academico de João Paulo / Sergio Borges e o Conjunto de João Paulo, isso é possível se alguma editora realmente se interessar pelo projecto.


De Charles Ferreira a 13 de Outubro de 2010 às 14:10
Grande Cd e grande musica, excelentes interpretações e fabuloso som remasterizado para o digital, esta é a mais completa compilação desta banda, tem todas as musicas gravadas na década de 60, ficaram de fora o material gravado no iniçio da década de 70, que seria para serem incluídas em outro CD que a editora, depois de o anunçiar, nunca chegou a publicar, ficando a sua edição cancelada, este CD aqui ainda é possível encontra-lo, a CDGO no Porto tem o respectivo CD em stock, e também é possível adequirir através da Loja da Musica Portuguesa, nesta última não está em stock, mas pode encomendar por mail, deixando o seu contacto, que eles arranjam, eu recentemente comprei 5 cópias deste cd, que amigos me pediram, uma delas foi para mim, agora cuidado, o CD está bloqueado com tecnologia de proteçãio anti-copia e anti-deteção em PC, se mete o CD na drive do computador ele não reconheçe o disco e fica em branco, isto elimina a possibilidade de voçê poder mandar as musicas para o seu IPod ou Mp3 do Telemóvel (Celular), este tipo de tecnologia anti-copia foi pouco utilizada pelas editoras, e pouco depois abandonada, porque estava a inibir as vendas dos CD`S, o público consumidor evitava este tipo de CD, e agora com a grande proliferação dos IPod`s e dos Mp3 este tipo de tecnologia anti-copia não é bem vinda e até pode matar a venda dos CD`S. foi o que aconteçeu com este disco de 2008 que ainda se encontra muitas unidades no distribuidor, que não as conseguiu distribuir/vender exactamente por possuir este tipo de tecnologia, o CD só toca em aparelhagens de som convençionais ou em leitores de DVD, até as rádios modernas que têm base de dados digitais com arquivo musical e programação no PC, tecnicamente não podem fazer o usufruto deste CD por essa via, a unica maneira de mandar este CD para o PC é a sua leitura em tempo real, mas é preciso ter software adequado, e depois então envia-lo para o IPod ou MP3, como podem ver este tipo de tecnologia só atrapalha mas não evita a tal "pirataria" que supostamente era destinado defender, entretanto o consumidor é que fica prejudicado porque não pode fazer pleno uso pessoal de um material que comprou legalmente e que pagou do seu bolso, inclusive a percentagem dos direitos de autor, aconselho a comprarem este CD pelo seu conteúdo, que é excelente, mas ficam avisados que só o podem utilizar na aparelhagem de som, mesmo assim às vezes isso não aconteçe, eu tenho 3 aparelhagens de som em casa e o CD só toca em 2 delas, na outra ele fica barrado e não faz a leitura deixando a mensagem "no disc" foi por isto que alguns consumidores devolveram à loja o exemplar que compraram, isto aconteçeu em todos os CD`S que começaram a usar esta tecnologia, foi por isso que as editoras deixaram de aplica-la nas suas edições, agora pareçe impossível que em 2008 data da edição deste Cd se tenha utilizado este tipo de tecnologia que já tinha sido abandonada por outras editoras por dar problemas técnicos e tecnologicos em alguns aparelhos de leitura.


De João Verdades a 13 de Outubro de 2010 às 17:49
Pois essa irritante tecnologia anti-copia se consegue dar a volta com um bocado de paciência e tempo disponível, apesar de todo o aparato desta proteção anti-cópia utilizada neste cd eu consegui grava-lo, de facto, mediante leitura/gravação em tempo real com um software que serve para digitalizar os velhinhos discos vinyl para cd, mas que também serve para estes casos embora lá eles não façam referênçias a isso, software este que se encontra disponivel na net gratuítamente, primeiro gravei em bloco, isto é, deixei o cd correr até ao fim a ver se resultava, como resultou, voltei a fazer a gravação faixa por faixa, dá trabalho mas consegue-se, e depois passei tudo para o IPod, e ainda fiz uma cópia em CD para aproveitar todo o trabalho que eu tive, deixo este comentário aqui só para mostrar esses senhores que defraudam os consumidores que comprar os cds legais, que eles com essa tecnologia anti-cópia como a chamam não impedem em nada aqueles que fazem pirataria  e vendem os cds contrafeitos, o sistema anti-cópia é apenas um logro contra aqueles que compram a copia legal e depois são prejudicados e lesados por não poderem fazer o usufruto pessoal total de um produto que pagaram numa compra absolutamente legal, aí está o embuste dalgumas editoras contra o consumidor.


De Anónimo a 13 de Outubro de 2010 às 18:54
 É pena que tenham colocado essa porcaria de proteção contra cópia num cd tão bom como este, depois na capa ou no próprio cd não tem nenhum aviso que o cd está protegido, como é proíbido por lei e uma infracção aos direitos do consumidor, só descobrimos que tem essa porcaria quando ele não consegue fazer a leitura em alguns aparelhos de som, que não se pode transferir para o IPod ou MP3 e que no computador o impede de reconheçer o cd no drive, grande embuste que a editora apresenta ao público consumidor, pena que é um CD com grandes canções de uma excelente banda portuguesa da decada de 60, essa proteção contra copia só veio prejudicar a divulgação radiofonica deste cd é até a sua venda junto a alguns consumidores, tiveram o trabalho em fazer uma excelente remasterização destas gravações e depois estragaram tudo com essa tecnologia aiti cópia que trava o cd em alguns aparelhos de som.


De Anónimo a 13 de Outubro de 2010 às 23:38
Tenho vários Cd´s desta colecção "No Tempo do Vinyl" e nenhum deles tem este sistema de proteção contra cópia, acho que este Cd do Conjunto Académico de João Paulo, foi o único Cd desta colecção que trouxe este irritante e revoltante sistema de proteção contra cópia, o último que comprei foi o Cd dos Sheiks e também não tem essa tecnologia contra cópia, não compreendo por que só fizeram isso neste Cd do Conjunto Académico de João Paulo, desta colecção que entretanto já foi cancelada pela editora após algumas edições de grande interesse, como este Cd, por exemplo, pegando em tudo o que já foi dito nos comentários acima, o que tenho a dizer é que os editores não ganham nada com isto da proteção contra copia, nem evitam a pirataria, porque quem faz Cd´s contrafeitos usa a tecnologia de ponta para desbloquear as cópias originais, quanto aos consumidores, esses evitam comprar esses Cd`s protegidos contra copia, e os procuram no mercado pararelo o Cd ilegal com o codigo aberto, afim de o poderem enviar para o IPod, MP3 etc... se as editoras já perdiam com o mercado da pirataria, então se começarem a usar este tipo de tecnologia então vão perder muito mais porque vão afastar o consumidor das cópias legais, que vão se voltar para o mercado do Cd ilegal, depois queixam-se que o negóçio dos audiovisuais vai mal, para além de serem caros ainda praticam barbaridades destas , sempre que posso evito comprar Cd`s com tecnologia contra cópia, mas comprei este Cd só porque era um CD do Conjunto Académico de João Paulo, que é uma pérola imperdível, só por isso.


De Anónimo a 14 de Outubro de 2010 às 13:14
É verdade tudo o que foi aqui dito nos comentários, eu comprei este Cd do Conjunto Académico de João Paulo, em iniçios de 2009, quando cheguei a casa fiquei surpreso por ele não fazer a leitura no meu aparelho de som THOMSON AM 1080 - Compact Disc Micro System, já fiquei danado com isto, depois meti o Cd no drive do computador e ele nem sequer reconheçe o Cd, ficando ícone do drive em branco, normalmente só escuto musica do IPod ou no Mp3 do telemovel, fiquei de novo "furioso" porque não consegui enviar as musicas do Cd para o IPod nem para o Mp3, eu não compro Cd`s que sejam bloqueados com sistemas anti-cópia, mas este Cd não tem na capa exterior ou mesmo interior (nem no próprio selo do cd) nenhum aviso informando ao consumidor que o mesmo está protegido por sistema anti-cópia, como é obrigatório por lei, isto é um verdadeiro atentado aos direitos do consumidor, mas o pior ainda estava para vir, quando fui devolver o Cd à loja onde o comprei eles não quizeram aceitar, porque o mesmo fez leitura no sistema de som deles, também no meu dvd fazia a leitura, até levei o meu aparelho de som à loja para eles verem como este Cd não fazia a leitura nele, e eles respondem que o laser do aparelho devia estar avariado, então disse para eles colocarem no aparelho outro Cd qualquer e fez a leitura que foi uma beleza, depois mudaram para outro Cd, e para mais outro e assim sucessivamente e todos tocaram, mesmo assim não quizeram trocar evocando que o Cd já tinha sido aberto da selagem que normalmente vem de fábrica, usaram essa desculpa para não trocarem o Cd por outro à minha escolha ou para não procederem à devolução do dinheiro, 17,50 € na época (agora encontra-se mais barato), para resolver esta situação tive de meter neste caso os serviços dos direitos do consumidor da DECO e só tive o caso resolvido mais de 4 meses depois, que finalmente foi-me devolvida a importânçia que eu tinha pago, entretanto arranjei este mesmo Cd na cadonga dos ciganos, cópia pirata, que importa, o que interessa é que já pude enviar as musicas deste Cd para o IPod, para o Mp3 e já posso ouvir no aparelho de som, com boa qualidade e óptimo som, melhor custou só 7.50 € tendo em conta que são 2 Cd`s, pois este é um Cd duplo.


De Anónimo a 14 de Outubro de 2010 às 14:23
Pois, é obrigatório por lei, o consumidor ser avisado que o respectivo produto audiovisual, seja DVD ou CD, está protegido por sistema contra-cópia, o aviso tem de estar bem visível na capa ou contracapa do produto, isso não aconteçe neste CD que em ponto nenhum avisa que está protegido com sistema contra-cópia, isto é uma grave infracção aos direitos do consumidor por parte da editora, consequentemente à falta deste importante Aviso, o consumidor reserva o direito de devolver o produto e ser ressarcido do valor pago pelo mesmo, caso tenha o aviso que o CD ou DVD está protegido contra cópia o consumidor perde a razão, no caso deste CD no qual não se encontra nenhum aviso de sistema de proteção contra cópia, a razão está do lado do consumidor, que não foi avisado préviamente desse facto.

 


De Luis Pinheiro a 15 de Outubro de 2010 às 13:25
Já agora aproveito esta onda de protestos contra os editores desta edição do Cd, em que está em causa este sistema de proteção contra cópia, pois bem, senhores editores executivos das discográficas, não adianta introduzirem esses sistemas anti-copia, por que os "piratas" que vendem material contrafeito conseguem manipular por meios tecnologicos estes sistemas anti cópia, é passar pelas feiras e ver este Cd em versão pirata à venda nas bancas dos feirantes, os únicos lesados com estes sistemas anti cópia são os consumidores que compram o Cd legal original, que depois ficam com a "batata quente" na mão, como se pode ler nos comentários feitos aqui no blog, eu estou entre eles, também comprei este Cd logo após ao seu lançamento, cheguei a casa meti no Hi-Fi, da MARANTZ (não é um aparelho de som qualquer), começei a ouvir, estava até bastante satisfeito com a qualidade de som, que tem uma masterização magnifica, para além de ser um Cd de uma das melhoras bandas portuguesas da década de 60, mas ao chegar à faixa 10 aconteçe que o Cd pára e segundos depois abre a gaveta do aparelho expulsando o Cd para fora, outras vezes nem chega à faixa 10, lá pela faixa 6 ele já faz a mesma coisa, por vezes o Cd faz a leitura até ao fim, mas com falhas e interferênçias na leitura, ainda pensei que o Cd estivesse sujo, e como o laser deste Hi-Fi é sensível a qualquer sujidade, mas sujo não estava, a única maneira de ouvir este Cd é no DVD Home Cinema, aí ele corre bem, também tenho um aparelho de som portátil que tem uma qualidade de som muito menor e este Cd também faz a leitura lá, mas com uma qualidade de som duvidosa, resumindo e concluindo, este péssimo sistema contra cópia é péssimo porque não respeita os direitos do cidadão consumidor, nem evita os piratas profissionais de fazerem cópias dele, só prejudica e lesa quem compra o cd legal, e meus senhores nesta era dos IPod`s e dos Mp3, não é ilegal fazer cópias para uso próprio nesses aparelhos, portanto a editora defraudou os consumidores que compram o Cd legal e abriu as portas ainda mais ao comércio do cd ilegal versus pirataria.


Comentar post


Menu Completo
Biografia
Discografia
Audios no Blog
Vídeos no Blog
Canais no YouTube
Outros Blogues
comentários recentes
Eu gostava de fazer, falta-me é malta para os inst...
No Songbook (ver menu do blog) existem algumas can...
ola gostava de saber como posso aprender tocar est...
blogs SAPO